Categoria Sem categoria

A velha conhecida catapora, ou varicela, entra em época de surto no fim do inverno e vai até o início da primavera. A doença é infecciosa viral, altamente contagiosa causada pelo vírus Varicella-zóster e o diagnóstico é clínico, ou seja, pode ser feito por meio da história da doença e exame físico do paciente. Seu diferencial? Algumas pequenas bolhas, manchas e crostas vermelhas que surgem na pele. É altamente transmissível pelo contato com o líquido das erupções cutâneas, pela tosse, espirro, saliva ou por objetos contaminados pelo vírus.

A principal forma de evitar a doença é com a vacinação. A doença pode ocorrer em qualquer idade, mas é conhecida por ser uma doença comum na infância. Normalmente, temos contato com a catapora na primeira década de vida, sendo mais comum até o quinto ano de vida. As crianças menores, principalmente abaixo de 2 anos, assim como idosos e gestantes, são consideradas grupos de risco para complicações pela varicela. É nesta faixa etária que temos mais complicação e óbitos.

Deve-se afastar a criança da creche ou escola por cerca de 7 dias, a partir do início do aparecimento das manchas vermelhas no corpo.

O risco de manipular (coçar) as feridas é a infecção secundária das lesões por bactérias. Essa é uma das complicações mais comuns da varicela. Principalmente em criança menores, onde manter uma higiene nas mãos pode ser um pouco mais complicado.

No tratamento, em geral, são utilizados medicamentos específicos recomendados pelo médico para aliviar a coceira, a dor de cabeça e diminuir a febre. Os cuidados de higiene são muito importantes e devem ser feitos apenas com água e sabão. Para diminuir a coceira, o ideal é fazer compressa de água fria. As vesículas não devem ser coçadas e as crostas não devem ser retiradas.

Fonte: Clic ZH

Ademar Luiz Pereira
Adriana Lima de Campos da Costa
Alberto Jurado da Rocha
Alceu Fraga Sanhudo
Alexande Neibert Simanke
Alexandre Rolim de Mesquita
Altemar Miguel Trajano
Álvaro Steigleder Chaves
Amilton de Jesus Meira de Vasconcelos
Anaeles Marcelino da Rosa
Antonio Fernandes
Antonio Mario Figueiredo Neto
Antonio Venturini
Ayres Luiz Ferreira da Silva
Breno Silveira do Nascimento
Carlos Augusto Chaves Pla
Carlos Roberto Rimoli Romero de Velis
Celina Inácio Rodel
Celoy Ferraz Midon
Celso Brandão
Celso Fernando França Filho
Cesar Elias Ribeiro
Claudio Fernando Carbone Costa
Claudio Rogerio Grala
Claudio Rossato Clementel
Clovis Flores da Silva
Clovis Roberto Espindola da Silva
Daisy Teresinha Mariano de Oliveira Antes
Darci Everton Souza Dargen
Denilson Jose Ferreira
Doroti Tavares Wolker
Edmundo da Costa Guimarães
Eladio Horacio Faguaga Torres
Eladir Teresinha Piva
Eli Diaz D Assumpção
Emilio Claudio Souza Nunes
Eunice Helena Watanabe
Fabiano Montenegro Illana
Fabio Miguel Duarte Pereira
Fernando Santa Lucia Costa
Francisco Donofrio Neto
Guilherme Correa Gonçalves
Helena Pessoa Ribeiro
Helena Xavier Guimarães
Itamar Abrão Nedir
Ivan Pompilio Dias
Ivo Antonio Raimann
Jacy Setembrino Conte
João Arthur Paimell Ramos
João Benonimo de Conceição Filho
João Carlos Barcelos
João Carlos da Silva Tavares
João Ernani Rodrigues
João Joarez Garcia Cabral
Jorge Luiz Batista Urdangarim
Jorge Luiz Fernandes dos Reis
Jorge Machado Toledo
José Gil de Athaides
José Leal Lourenço
José Raldi Sobrinho
José Roberto Lopes
Juares Archimedes do Amaral Jardim
Jurandir Godoy Costa
Lauro Breno Correa
Lenir Mattos Irapuan
Lidiamar Conceição Rocha de Carvalho
Lourdes Isabel Merlin
Luecy da Silva Taborda
Luis Fernando Pilla Dias
Luiz Carlos Herrera
Luiz Felipe Alves Maia
Luiz Miguel Lourenço
Manuel Luiz Vilela
Marcelo Moreira da Silva
Marcia Gonçalves da Rocha
Marcio Roberto Ross Bandeira
Maria Terezinha de Sena Rodrigues
Marlei Fernandes Maia
Moçolino Pureza Rodrigues
Nei da Conceição Vidal
Neusa Acosta Fontes
Nilo Ferreira Paim
Nilso Aguiar da Rosa
Nilto Iones de Oliveira
Norberto Pereira Cordeiro
Odete Carneval Martins
Odete Pagani Duarte
Orlei Rodrigues Rosendo
Paulo Henrique Moreira Machado
Paulo Leandro Dias
Pedro Dionosio Pacheco
Raul Sa Brito Pingret
Renato Barreto
Ricardo Aguirre Coelho
Ricardo José Pompermajer
Ricardo Sampaio França
Rogerio Fernando Porto Marques
Rosa Bittencourt Ferreira
Rosi Mendes Correa
Sandra Camila Dickin Benvenutti
Sandra Maria de Oliveira Lacerda
Sergio Augusto Meirelles Lopes
Sergio Tadeu da Cunha Braga
Setembrino Souza de Almeida
Sirlei da Silva Correa
Surli Machado Zilbermann
Telmo Luiz Mendonça Lucero
Tereza Franzen Cuty
Ubirajara da Silva Jacques
Uirani da Rosa Rodrigues
Valdir Bastos Coimbra
Valmor Dahier Morais
Valter da Silva Pereira
Vera Lucia Fasolo Pinto
Vera Regina Borges Silveira
Verlei Ferreira da Rosa
Vilcemar Jose da Silveira
Vladimir Adão Rigotti
Walter Guizzardi
Zadir Simões Bandeira
Zila Santos da Silva

O inverno é temporada de gripes e resfriados. É época das infecções oportunistas, ou seja, aquelas que aproveitam a baixa defesa imunológica do nosso corpo para invadir e se proliferar.

O melhor a fazer é melhorar as nossas resistências.  A combinação de hábitos saudáveis com alimentos ricos em nutrientes e que ajudam diretamente a imunidade potencializam as defesas naturais do corpo

O primeiro passo é, sem dúvida, garantir a boa saúde do intestino, pois ele é a porta de entrada para o nosso organismo. Com os hábitos certos, nós garantimos uma boa barreira intestinal.

Frutas cítricas

Como laranja, limão, kiwi, morango, goiaba, acerola, bergamota. Evite retirar a casca para fazer sucos, pois ali se concentram muitos nutrientes. Prefira sempre os orgânicos. Como a vitamina C é facilmente destruída pela luz, consuma sucos e frutas assim que preparados e cortadas.

Folhas verde escuras

Espinafre, chicória, couve. Também são ricas em vitamina C e alguns outros compostos bioativos que têm ação importante anti-inflamatória e antioxidante.

Alho e cebola

Combinação típica na culinária brasileira, hoje já se conhece os inúmeros benefícios que essa dupla traz para a saúde. O alho possui uma substância conhecida como alicina e a cebola possui a quercetina. Ambas possuem potente ação anti-inflamatória e antioxidante, e a última é um poderoso antiviral. Combinação de peso contra gripes e resfriados!

Gengibre e pimenta

Possuem duas substâncias que podem ser consideradas “primas”, que são o gingerol e a capsaicina, respectivamente, e dão aquela sensação picante característica desses dois alimentos. São duas substâncias com poder anti-inflamatório e ajudam na defesa do nosso corpo. Vale acrescentar todo dia.

Oleaginosas

Castanha-do-pará, castanha de caju, pistache, nozes. São ricos em vitamina E, que tem ação antioxidante, e boas fontes de ômega-3, um potente anti-inflamatório natural.

Orientações gerais para manter a boa saúde: tome bastante água, evite alimentos industrializados em excesso, descanse adequadamente e pratique atividades físicas regularmente – elas ajudam a aumentar a defesa imunológica do nosso organismo.

Fonte: Clic RBS/ Raquel Lupion